sexta-feira, 18 de maio de 2012

Promoção livro "Memórias de uma guerra suja"

O Observatório da próxima terça-feira aproveita o momento em que a Comissão da Verdade começa a atuar para debater o livro “Memórias de uma guerra suja", dos jornalistas Marcelo Netto e Rogério Medeiros.
Aproveitando o compromisso assumido do programa de propagar a verdade, estaremos oferecendo um exemplar do livro, cedido pelos autores.
Para concorrer, basta enviar seu comentário ou pergunta sobre a pauta do próximo programa. A equipe do Observatório irá votar na pergunta mais criativa para receber o prêmio. 
Os comentários também podem ser lidos ao vivo no programa da próxima terça-feira. Por isso não deixe de assistir !

Não esqueça de deixar seu Twitter para entrarmos em contato com você!

15 comentários:

  1. BOA NOITE, DINES;ACOMPANHO SEMPRE O SEU PROGRAMA,EMBORA POUCO ME MANIFESTE, SEMPRE COM TEMAS RELEVANTES , GOSTARIA DE GANHAR O LIVRO, NESTE MOMENTO PRECIOSO DA HISTORIA, NO QUAL ESTA SENDO CONSTITUIDA A COMISSÃO DA VERDADE , PARA PASSAR A NOSSA HISTORIA A LIMPO PARA POSTERIDADE.

    ABRAÇO
    LEVI ANACLETO ROSA

    ResponderExcluir
  2. Olá Dines,O Observatorio da Imprensa antes de mais nada é o nosso "Momento de Analise" - Politico,Midiatico e Social - Ter um programa desse nivel é ainda poder contar com um Editorial Puro.Parabens a todos e em especial a voce Dines.Bem assim como muitos eu gostaria de ganhar o Livro,assuntos dessa especie merecem ser entendidos,infelismente o Brasil nao tem em suas raizes traços de garantir uma Memoria VIVA,por isso trabalhos dessa envergadura devem ser priorizados,se for a vontade de voceis e a sorte me for favoravel,serei grato,pois gosto muito dessa "momento historico" do Brasil.Saber das verdades e um exercicio pleno da Democracia.
    Sou aluno de Graduação em Ciencias Sociais pela UFSCar - Universidade Federal de São Carlos -
    Abraços á todos.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, gostaria de pôr em pauta o seguinte: em dias de Congresso tão desacreditado pela sociedade, metido em tantos escândalos, a Comissão da Verdade pode fracassar na sua missão de esclarecer esse passado sombrio do Brasil?

    Obrigado...

    Não tenho tuíter, meu e-mail é: andremedas@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá. Gostaria de saber dos autores Marcelo e Rogério, se eles sentiram passadas a limpo as vidas das vítimas, ao contar esta história de uma guerra suja.
    Parabéns ao Dines por contribuir para a história do nosso país fazendo este programa tão importante para nossa TV.

    Obrigado, Adriano Ramos.

    @Adriano__San

    ResponderExcluir
  5. Pergunta ao programa: O que você acha do recrudescimento de ideais da Direita, como por exemplo, a criação do Partido Militar Brasileiro.
    Claudio J A Rocha
    Diamantina - MG

    ResponderExcluir
  6. Perguntaria ao delegado Cláudio Guerra (ou aos jornalistas que produziram o livro) se havia algum tipo de treinamento específico para eliminar qualquer possibilidade de empatia com os prisioneiros e se esse treinamento era embasado em algum texto escrito ou era "apenas ordens a serem cumpridas", sem qualquer questionamento.

    ResponderExcluir
  7. Maianna Fernandes22 de maio de 2012 18:50

    Com um livro repleto de depoimentos de crimes cometidos pelo ex-delegado, indago se tais informações foram realmente averiguada pelos jornalistas. Questiono ainda se tais declarações servem como provas jurídicas contra o delegado e os envolvidos nos crimes, e quais foram os reais motivos que levaram o ex-delegado a "desenterrar" tais histórias, já que obviamente não deve ter sido movido pela "necessidade imperiosa de 'revelá-la' [a verdade] em sua plenitude, sem ocultamento" - assim como são os fins da Comissão da Verdade.

    Maianna Fernandes
    João Pessoa - Paraíba
    @maizita

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, gostaria de saber se os autores concordam que a Ditadura Militar no Brasil, tenha sido realmente uma ditadura do capital revestida pelo militarismo.
    Parabéns à produção do programa.
    Grata, Natacha.

    @natachamedeiros
    Campo Grande- MS

    ResponderExcluir
  9. Os jornalistas que entrevistaram o ex-delegado têm ou tiveram algum receio de desenterrar essa história? O atentado ao ex-delegado, Claúdio Guerra, após a publicação do livro os assustou?

    Daniel Marques - Virginópolis MG

    ResponderExcluir
  10. Boa noite
    Gostaria de saber se o Guerra chegou a revelar se agiu por pura ideologia, e se sabia de outros torturadores que agiam por outros motivos, como simples sadismo, aproveitando-se do momento.

    Breno Ribeiro - São Luís/MA

    ResponderExcluir
  11. https://twitter.com/#!/danielmarquesvg

    ResponderExcluir
  12. A promoção ainda não acabou.

    ResponderExcluir
  13. Em um cenário no qual se vive a "ditadura do presente" no jornalismo, em que as notícias são baseadas na instantaneidade e na objetividade, sem a preocupação com o contexto, qual a importância do jornalista historiador? Mesmo que geralmente, as informações só podem vir à tona posteriormente por conta da censura?

    Hadassa Ester - Brasília/DF
    hadassaester.david@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Uma hora de programa é pouco para a qualidade e profundidade das conversas.

    ResponderExcluir